Associação Espaço jovem

Animação sócio-cultural com e para a juventude do Mindelo  

Espaço Jovem é uma associação sedeada em Mindelo e animada pelo Frei Silvino Benetti que nasce em resposta às  inquietações  da sociedade sãovicentina, que procura estar em relação positiva e actualizada com a camada juvenil, especialmente a da periferia da Cidade do Mindelo.

A estratégia de actuação

A estratégia utilizada é a criação de centros de agregação juvenil, abertos todos os dias da semana, de manhã até à noite, oferecendo espaço para encontros e desenvolvimento de actividades de carácter desportivo e artístico-cultural enquanto instrumentos educativos e de amadurecimento da pessoa e a sua inserção na sociedade. Esses espaços se distinguem pelo facto de não exercerem actividades políticas ou comerciais de forma que o frequentador sabe de não ser objecto de interesse de um grupo partidário ou económico.

Ainda a estratégia na gerência contempla sinergia entre jovens e adultos onde ao jovem é dado o protagonismo que encaminha à responsabilidade e, ao adulto, a ocasião de oferecer apoio e orientações como forma de partilha da sua experiência de vida. 

Um pouco de história 

Com esta visão em 2002 o Espaço Jovem toma em gerência um centro social da Camara Municipal de S.Vicente sito em Pedra Rolada equipou-o e o ampliou. Entre as primeiras actividades levadas a cabo, lembramos a criação da equipa de futebol que mais tarde daria vida ao Atlético Pedra Rolada presente no campeonato regional de futebol sub 17, a escola de musica com o apoio dos Flautistas do Mindelo, e o grupo de dança Vida Cultural que iria dançar nos diferentes hotéis de Mindelo. 

Em 2006 com a chegada do apoio da AMSES (Associação Missionaria dos  Capuchinhos italianos) Espaço Jovem envia 3 jovens animadores para um curso de educador, da duração de um ano escolar, na universidade de Turim. Com o regresso deles criou-se em 2009 um segundo centro de agregação juvenil, sempre da propriedade da CMSV, na zona de Fernando Pó/Ribeira de Craquinha; Este segundo centro numa zona complexa e populosa, constitui um atractivo muito forte para a juventude da zona, sobretudo a mais desfavorecida e tornar-se-á num ponto de encontro e de observação do comportamento, no dia a dia, da nossa juventude. 

Resultados 

Graças ao projecto italiano Grinhecim nasceu o grupo de teatro Craq’otchod que tem tido um percurso de louvável desempenho. Nasceu também e a orquestra de crianças Sab Sebim que envolve cerca de 50 crianças da zona; Nasceu ainda a equipa de futebol Celtic, o basquet do Centro e um grupo de Tai Box.

Hoje contamos com a Associação Real Sociedade que reúne todas as modalidades desportivas da zona e tem uma organização autónoma, o grupo Craq’otchod que conhece os palcos internacionais (duas vezes no Brasil, um elemento esta a estudar teatro na Italia) e que difunde a sensibilidade pelas artes expressivas nas escolas primárias e secundárias; a Associação dos Pais dos alunos da escola primária ao lado em auxílio a gerência da escola, uma  orquestra que constitui o orgulho da zona e uma atracção. 

Ao serviço da paz

Juntamente com o encaminhamento e desenvolvimento dessas actividades a atenção do Espaço Jovem se focaliza
fortemente nos confrontos de grupos de jovens rivais (gangs) da Cidade de Mindelo. Desde que, em Maio de 2009, 17 jovens deram entrada no hospital por causa de confrontos com grupos rivais e em Agosto do mesmo ano um jovem de 17 anos perdeu a vida  o Espaço Jovem iniciou um trabalho de procura e de encontro dos jovens entre os grupos chegando a obter resultados animadores que acabaram com os confrontos violentos. Esse serviço sobretudo na periferia não podia limitar-se a “pregar a paz”. A Associação teve de empenhar-se em oferecer apoio e acompanhar de perto situações mais graves. Não se conseguiria muito se não   apoiar o regresso a escola de alguns jovens apoiando financeiramente no pagamento das proprinas, ajudando na obtenção de documentos úteis à  procura do trabalho, uma bola de futebolinho, etc. Mas graças à continuidade dedicação da Associação difundiu-se a consciência que o ela era um amiga, que fazia o que podia e isso foi suficiente para criar uma boa relação e em alguns casos uma recuperação do próprio  ser humano.

Conheça melhor a Associação Espaço Jovem aqui       

Jornal Terra Nova

Santo do dia